O que é o imperialismo?

Parte I-Introdução e Concentração de Capitais

A expressão imperialismo é eventualmente usada nos meios de comunicação das organizações operárias, em especial para caracterizas as ações bélicas do governo dos EUA. Mas afinal de contas , existe uma definição formal para imperialismo? Como o imperialismo impacta no dia a dia de cada trabalhador?

Imperialismo fase superior do Capitalismo

Lenin no livro –Imperialismo fase superior do capitalismo– define precisamente o que é o imperialismo. Neste texto não pretendemos fazer uma resenha definitiva acerca do livro ou da atualidade do conceito, mas apenas introduzir suas características gerais e discutir a importância de levarmos em conta esse conceito.

Assim, segundo Lenin, o imperialismo é uma época em que o capitalismo desenvolve as seguintes caracteristicas:

1-Concentração da produção e aparecimento de monopólios
2-Bancos, capital financeiro, passam a hegemonizar a economia em detrimento do capital industrial
3-A exportação de capitais
4-Partilha do Mundo entre as associações de capitalistas
5-Partilha do Mun
do entre as grandes potencias

Discutiremos cada uma dessas características em diversos posts sendo este o primeiro:

Concentração da produção e o aparecimento de Monopólios

Lenin explica essas caracteristicas do imperialismo em capitulos separados . Um dos capitulos fala da concentração da produção , que é ligeiramente diferente da concentração da riqueza. A questão da concentração da riqueza pessoal é , em geral, a mais alardeada entre as lideranças operárias, é medida pelo indice Geni, aqui o IPEA explica o que é o indice Geni. Reproduzimos abaixo a definição do IPEA:

“O Índice de Gini, criado pelo matemático italiano Conrado Gini, é um instrumento para medir o grau de concentração de renda em determinado grupo. Ele aponta a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos. Numericamente, varia de zero a um (alguns apresentam de zero a cem). O valor zero representa a situação de igualdade, ou seja, todos têm a mesma renda. O valor um (ou cem) está no extremo oposto, isto é, uma só pessoa detém toda a riqueza. Na prática, o Índice de Gini costuma comparar os 20% mais pobres com os 20% mais ricos. No Relatório de Desenvolvimento Humano 2004, elaborado pelo Pnud, o Brasil aparece com Índice de 0,591, quase no final da lista de 127 países. Apenas sete nações apresentam maior concentração de renda.”

Outro indice muito usado para medir a concentração de riqueza individual é o Indice de Desenvolvimento Humano o IDH.

Contudo, o indice geni e o IDH não sãos os indices mais adequados para medir a concentração da produção e os monopólios. A malha produtiva é mais intrincada, sendo mesmo objeto de estudo de verdadeiras investigações cientificas (v aqui). Talvez o fenômeno que melhor denuncie essa concentração, seja a fusão de grandes empresas como lista a revista FORBES, é notavel que das dez maiores fusões de empresas ocorridas na história apenas três não ocorreram neste seculo, tendo ocorrido nos anos de 98 e 99, acrescentasse ainda qu , quatro ocorreram após o ano de 2010. É ainda mais notável que a relevância das fusões no ramo de entretenimento, das comunicações e a presença da Pfizer nesta lista. Assim os grandes conglomerados industriais , mais requisitados na pandemia , foram formados nos ultimos 20 anos. Fora desse ciclo o destaque para a fusão da Exxon-Mobbil em 1998.

“Além de ser uma das maiores da história, a fusão da Exxon e a Mobil juntou novamente algumas das 34 empresas que surgiram após a decisão da Justiça norte-americana de desmembrar a Standard Oil, em 1911. A empresa do lendário empresário John D. Rockefeller detinha o monopólio de venda do petróleo e seus derivados no início do século 20. A fusão de 1998 deu origem à maior petrolífera do mundo, sob o nome de ExxonMobil, avaliada na época em US$ 80 bilhões.”

Apenas para efeito de comparação, o PIB (soma de tudo produzido por uma nação) do Equador no ano de 2019 foi de 200 bilhões de dolares . A revista exame lista as grandes fusões do ano de 2019 . É notável que não existe limite para fusões; empresas típicas de um determinado ramo, eventualmente, adquirem empresas de outro, isso permite que uma única empresa controle toda a linha de produção de um determinado produto. Logo controlar também preços, contratações e até mesmo a formação de novos profissionais.

A Pandemia acelerou a concentração da produção, em especial no setor ligado as telecomunicações , onde grandes empresas , desesperadas por inovação tecnológica, partiram para o ataque comprando pequenas empresas ligadas a pesquisa e desenvolvimento .

 índice Herfindahl,

Muito menos popular na literatura de esquerda do que o IDH e o indice Geni, o  índice Herfindahl, pretende calcular o quanto determinado mercado é dominado por uma ou mais empresas. Sendo portanto, uma forma de medir a livre concorrência entre os mercados, o indice Herfindahl é usado pelo departamento de justiça dos EUA para evitar cartelização e dominio de mercado por um único agente (v aqui). Essa regulamentação é chamada em geral de leis antitruste , existe uma lei brasileira correspondente que pode ser vista aqui. A concentração de mercado esta aumentando e isso é reconhecido pela OCDE que organizou um evento para debater o tema. O que implica que as leis antitrustes não funcionam, o que é bastante previsível dado o volume de dinheiro envolvido nas transações, essas empresas possuem poder econômico superior a muitos Estados nacionais.

O Caso da Supervia no Rio de Janeiro um exemplo de monopólio privado

O caso da Supervia é um exemplo representativo em diversos aspectos. A supervia é a única empresa que opera trens urbanos no Rio de janeiro, agora em junho de 2021 entrou com pedido de recuperação judicial, segundo a empresa a queda do faturamento dada a baixa de circulação de pessoas por culpa da pandemia de covid-19, fez com que a empresa acumulasse prejuizos , a sexta vara empresarial do RJ determinou a suspensão de todas as ações e execuções contra a empresa , em um comportamento típico de proteção a propriedade privada , que o judiciário brasileiro nega a trabalhadores Sem Terra , que são reiteradamente despejados mesmo durante a pandemia. O Caso da Supervia é um exemplo negativo em diversos aspectos, primeiramente a supervia é conhecida pelo pessimo serviço prestado, casos de superlotação nos carros, mesmo durante a pandemia, tarifas absurdas , alias a própria vara empresarial que agora acata o pedido de recuperação da empresa, ja a a condenou por colocar em risco a vida e a integridade física de seus passageiros

O próximo texto desta serie abordara a segunda característica do imperialismo

Bancos, capital financeiro, passam a hegemonizar a economia em detrimento do capital industrial “.

Publicado por Emdefesadomarxismo

Somos um grupo de militantes simpáticos ao Partido dos Trabalhadores, que luta contra a perseguição politica sofrida pelo partido e principalmente pelos seus militantes de base. Nós entendemos que, A emancipação dos trabalhadores é hoje e, a cada dia mais, a ultima esperança da humanidade frente a barbárie capitalista. Contudo, a emancipação dos trabalhadores não pode ocorrer sem uma ciência dos trabalhadores , sem entender os seus dias , sem confrontar a teoria marxista , que é a teoria operária com a realidade da classe trabalhadora. Este é o objetivo de Ciência dos Trabalhadores. Existem sim uma ciência Operária , mas essa ciência precisa ser construida e hoje , como no passado a ciência dos trabalhadores é condição necessária para sua emancipação . Como condição necessária , a ciência operária precisa também ser obra dos trabalhadores. Por isso convidamos a classe trabalhadora a se expressar em nossas paginas .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: